GAC-Valega.com: Historial do grupo de teatro GAC

 

    

 

 

https://www.dropbox.com/s/zis9fe69nhhj2eh/REGULAMENTO%20PR%C3%89MIO%20LITER%C3%81RIO%20DE%20POESIA%20GL%C3%93RIA%20DE%20SANT%C2%B4ANNA%202014.pdf

 

 

Historial do grupo de teatro GAC

GRUPO DE TEATRO DO GAC Síntese histórica O grupo já vinha dos princípios dos anos 60, em que um punhado de jovens residentes nesta freguesia de Válega, amantes das actividades culturais, em especial da "arte de bem representar", deram continuidade à actividade teatral, sucessora das récitas que, noutros tempos, rapazes e raparigas da Acção Católica (JOC e JAC) representavam esporadicamente.

A sala onde funcionava a Junta de Freguesia e os Correios, em frente à actual estação dos CTT de Válega, uma sala de arrumos da residência paroquial e, mais tarde, o auditório da Casa da Junta de Freguesia de Válega, inaugurado em 1973, foram os “palcos” em que os jovens amantes da “arte de Talma” exercitavam os seus dotes teatrais.
 
Em 1986 surgiu o Grupo de Acção Cultural de Válega que integrou esta actividade teatral. Ensaiou e apresentou espectáculos de autores como Bernado Santareno, Alves Redol, Alexandre Suassuna, etc., dramas, comédias e espectáculos para crianças. Em meados dos anos oitenta do século passado, vicissitudes várias fizeram parar a actividade do grupo de teatro do GAC. Encontra-se actualmente em fase de revitalização, tendo já ensaiado e representado a peça “AS VELHACARIAS DE SCAPIN”, de Molière, já retirada de cena. Neste momento, encontra-se em ensaios de preparação de nova peça a levar à cena, com a possível brevidade, apesar de vários episódios relacionados com a vida particular dos membros do grupo que têm prolongado o tempo considerado habitualmente necessário a essa preparação. Entretanto, têm sido convidados Grupos de Teatro de localidades vizinhas a representar em Valega, alguns dos quais já receberam, em permuta a visita do nosso Grupo de Teatro.

Destacamos os Grupos de Loureiro, Palmaz, Carregosa e (GOTA – Grupo Oliveirense de Teatro Amador), do concelho de Oliveira de Azeméis, de Milheirós de Poiares, do concelho de Santa Maria da Feira, de Avanca, concelho de Estarreja, e de S. Vicente de Pereira (Teatro SOL D`ALMA), de Ovar (CONTACTO – Companhia de Teatro Água Corrente de Ovar). Neste ano de 2007 (meses de Fevereiro a Maio), o grupo de marionetas participou no Projecto “LETRAS À SOLTA” – Promoção da Leitura, patrocinado e organizado pela Divisão da Cultura, Biblioteca e Património Histórico (Divisão Infanto Juvenil) da Câmara Municipal de Ovar, com encenação das histórias “Príncipe com Orelhas de Burro” e “A Caminho da Feira”, ambas encenadas na Biblioteca Municipal e nos Pólos de Leitura de Válega, S. Vicente de Pereira e Arada.

O teatro do GAC esteve também presente no Encontro de Colectividades do Concelho de Ovar, no Espectáculo de Teatro “À Procura de Nós”, onde actuaram em conjunto seis grupos de teatro do concelho, com um Monólogo intitulado “O Quim das Vacas”, uma referência sarcástica à realidade actual de Válega. O grupo de teatro do GAC faz apelo a pessoas (jovens e menos jovens) que sintam vocação para esta “nobre arte”, para que façam a experiência duma maneira diferente e proveitosa de ocupar algum do seu tempo de lazer.

 

 

Data / Hora